Cana: Plantio

Ministérios recebem agricultores do Nordeste após protesto em Brasília


Assessoria de Imprensa da AFCP - 06 dez 2012 - 14:36 - Última atualização em: 29 nov -1 - 20:53

Produtores rurais nordestinos reivindicaram renegociação de dívidas a membros de ministérios nesta quarta-feira (5), no Palácio do Planalto. O segmento revela que secas repetidas e juros exorbitantes inviabilizaram o pagamento de dívidas, em especial às anteriores ao ano de 2001. Antes de serem recebidos pelos integrantes do governo, os produtores protestaram em Brasília, fechando a rua em frente à Praça dos Três Poderes. A mobilização contou com a participação da Associação dos Fornecedores de Cana de Pernambuco (AFCP). Uma comissão formada por produtores de setores diversos participaram da reunião com os representantes dos ministérios do Desenvolvimento Agrário, Fazenda, Agricultura, Integração Nacional e da Casa Civil. "É preciso entender que o pleito é justo, porque reivindica condição real e justa para quitação do passivo", diz o vice-presidente da AFCP, Paulo Guedes. O dirigente informa que governo federal se comprometeu em responder o pleito do setor até o dia 20 de dezembro.

O dirigente lembra que o agricultor depende diretamente do clima para produzir e pagar seus compromissos. No entanto, Guedes ratifica que a repetição constante das secas nas duas últimas décadas na região, e a falta estrutural de políticas públicas para garantir a irrigação, deve ser levada em conta pelo governo na hora das cobranças das dívidas. Após reunião com os ministérios, a comissão dos produtores foi recebida pelo ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro que apoiou o pleito do setor e disse que vai observar pessoalmente os efeitos da seca no Nordeste.

Protesto
Durante toda a manhã da terça-feira (4), cerca de 500 produtores nordestinos bloquearam a via em frente ao Palácio do Planalto, reivindicando a renegociação das dívidas do setor. A ação garantiu uma primeira reunião com o secretário geral da Presidência, Gilberto Carvalho no mesmo dia da mobilização. A iniciativa possibilitou ainda a reunião com os ministérios nesta quinta-feira (5). "Também conquistamos apoio de deputados da bancada nordestina, da Frente Parlamentar Agropecuária e do líder do governo na Câmara, Arlindo Chinaglia", completa Guedes.

Tags: Outros

PUBLICIDADE BASF_NOV_INTERNAS BASF_NOV_INTERNAS

Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
STOLLER
x