Cana: Plantio

Leitão preside subcomissão sobre restrições ao plantio da cana-de-açúcar


Só Notícias com assessoria - 28 nov 2012 - 11:43 - Última atualização em: 08 fev 2013 - 14:16

A primeira reunião deliberativa da Subcomissão destinada a acompanhar os problemas ligados à cana-de-açúcar, desde o plantio até a sua industrialização, foi esta tarde e o deputado federal Nilson Leitão (PSDB/MT) foi eleito presidente.

Os primeiros passos serão as votações de requerimentos para audiências públicas visando debater, com representantes do governo, federações e sindicatods, o veto imposto para o plantio da cana no Mato Grosso e Estados do Norte.

Como presidente, Nilson Leitão vai propor a elaboração de um dossiê com as conclusões obtidas no debate para apresentar ao governo as possíveis soluções para elucidar os problemas. "Não existe nenhum estudo técnico que justifique o veto à plantação da cana, o impedimento é meramente político. O produtor pode plantar soja, algodão, milho, mas não pode plantar cana. Qual que é o critério técnico disso?", questiona.

Vão ser analisados outros pontos polêmicos diretamente ligados aos produtores das regiões, como por exemplo, a vedação à concessão de crédito rural. "Devido ao veto os produtores locais sofrem com a dificuldade em conseguir investimentos. Os bancos dificultam os financiamentos e acabam atrapalhando o desenvolvimento da região. É preciso que esses produtores tenham o livre arbítrio de escolher o que querem cultivar em suas terras!", diz Leitão.

Compõem a comissão um presidente, um relator (Giovanni Queiroz/PDT-PA), um deputado representando cada estado envolvido - Mato Grosso, Acre, Amazônia, Rondônia, Roraima, Pará e Amapá - e demais parlamentares que tenham interesse, como o ex-ministro da agricultura, Reinhold Stephanes, e o deputado Abelardo Lupion, que já manifestaram que vão participar.


PUBLICIDADE BASF_NOV_INTERNAS BASF_NOV_INTERNAS

Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
STOLLER
x