BASF
Cana: Plantio

Guarani/Tereos aumentará área de plantio de cana na próxima safra


Reuters - 13 nov 2012 - 17:41 - Última atualização em: 14 nov 2012 - 16:33
colhieta-cana-acucar-131112
Impulsionado pela cana, lucro líquido da Tereos Internacional atinge R$ 35 mi no segundo trimestre de 2012/2013R$, contra R$ 11 mi no mesmo período do ano anterior – alta de 218%.

A Guarani, uma das maiores empresas de açúcar e etanol do país, vai aumentar em 13% a área de plantio de cana na próxima safra, em busca de diminuir a ociosidade das usinas.

Após plantar 54 mil hectares na atual safra 2012/13, incluindo área própria e de terceiros, a empresa pretende utilizar 61 mil hectares na próxima temporada, disse o diretor-presidente da empresa, Jacyr Costa, nesta terça-feira.

"Estamos crescendo no sentido de redução de custo. Estamos otimizando a capacidade instalada de nossas usinas", disse ele em entrevista à Reuters.

[Até 2015, a Guarani pretende moer 23,5 milhões de toneladas de cana por ano, usando toda a capacidade que estará instalada, considerando uma projetada ampliação.]

Além de plantar mais, haverá ampliação das usinas Tanabi e Vertente, num acréscimo total de 1,8 milhões de toneladas de capacidade anual de moagem.

"Não vamos ter nenhuma usina com escala inferior a 2,5 milhões de toneladas", disse Costa.

O diretor-presidente da empresa afirmou ao jornal Valor Econômico que até 30 de setembro, as unidades industriais no Brasil haviam processado 16 milhões de toneladas de cana, e poderão cumprir a meta de moer entre 18,2 e 18,4 milhões de toneladas de cana até a segunda semana de dezembro.

No próximo ciclo, de 2013/2014, a empresa pretende processar 20,5 milhões de toneladas de cana-de-açúcar – um valor 10,8% acima do previsto para esta safra.

Costa afirmou ao jornal Valor Econômico que o aumento será resultado de investimentos feitos em canaviais. Na atual temporada, a qualidade da cana-de-açúcar, medida pelo Açúcar Total Recuperável (ATR), subiu para 134 quilos por tonelada, ainda abaixo da média histórica de 140 quilos por tonelada de cana.

Tereos Internacional
Costa concedeu entrevista após a divulgação de resultados trimestrais da Tereos Internacional, controladora da Guarani, que foram divulgados nesta terça-feira.

No segundo trimestre da safra 2013/2013, encerrado em 30 de setembro, o lucro líquido aumentou para 39,1 milhões de reais contra 2,4 milhões no mesmo período do ano passado.

A receita da empresa foi de 1,9 bilhão de reais no período, crescimento de 17% em base anual, impulsionada por um maior volume de vendas das operações de cana-de-açúcar e de cereais.

O lucro líquido atribuível a acionistas foi de R$ 35 milhões, 218% acima do resultado líquido de R$ 11 milhões do mesmo período do ano passado.

O Ebitda (resultado operacional) da Tereos Internacional no trimestre subiu 16,3% e atingiu R$ 327 milhões. Já o Ebitda da Guarani no mesmo período cresceu 52,4%, para R$ 176 milhões.

No segmento da cana, o Ebitda da Tereos Internacional (que também atua na Europa e na costa da África no oceano Índico) cresceu 36,4%, para R$ 237 milhões.

A Tereos Internacional é controladora da Guarani, que tem fatia minoritária detida pela Petrobras Biocombustíveis.

Costa, que está de saída do cargo, passará em breve a participar do comitê executivo do Grupo Tereos, controlador da Tereos Internacional.

O documento completo com os resultados estão disponíveis aqui.

Fonte: Reuters e Valor Econômico

Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail