Cana: Plantio

Conselho Monetário reduz taxa de juros do ProRenova


novaCana.com - 18 jun 2013 - 18:15
Em reunião extraordinária realizada nesta terça-feira o Conselho Monetário Nacional (CMN) reduziu a taxa de juros do Programa de Apoio à Renovação e Implantação de Novos Canaviais (ProRenova) destinado aos produtores de açúcar e etanol. Os encargos financeiros terão taxa efetiva de juros de 5,5% ao ano, a mesma vigente para a maioria das operações de crédito rural. Até agora, a taxa chegava a alcançar 8,3%, considerando a Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP) mais os spreads de 1,8 por cento do BNDES e de 1,3 por cento do agente financeiro.

O chefe do Departamento de Biocombustiveis do BNDES, Carlos Eduardo Cavalcanti, já havia informado que esta era uma das medidas esperadas por parte do CMN. 

Os beneficiários do programa serão pessoas jurídicas que exerçam atividade produtiva relacionada ao plantio de cana-de-açúcar, inclusive usinas e destilarias de etanol e açúcar, cooperativas de produção, cooperativas de produtores e entidades societárias por cotas. O programa financiará os gastos e tratos culturais associados ao plantio de cana-de-açúcar (cana planta), no âmbito de projeto de investimento.

O prazo de reembolso é de até 72 meses, com carência de até 18 (dezoito) meses, e com amortização de acordo com o fluxo de receitas do empreendimento. Os repasses serão feitos pelas instituições financeiras credenciadas pelo BNDES.

"Nós temos três milhões de novos carros flex fuel chegando às ruas por ano. Eles podem usar gasolina ou etanol. O governo sabe que precisa fazer algo para, de alguma forma, melhorar as condições para os produtores de etanol", informou Cavalcanti no início do mês.

A resolução prevê que somente poderão ser financiados no âmbito do programa os projetos de plantio de cana-de-açúcar implantados de 1º de janeiro de 2013 a 31 de dezembro de 2013, podendo ser reembolsados gastos com itens financiáveis realizados a partir de 1º de julho do ano passado.

novaCana.com
com informações da Agência Estado