BASF
Cana: Mercado

Plantadores de cana em Alagoas protestam por pagamento de dívida


G1 - 21 nov 2016 - 12:05 - Última atualização em: 21 nov 2016 - 14:43
Dívida de usinas ultrapassa R$ 250 milhões, segundo os fornecedores

Plantadores de cana-de-açúcar de Alagoas realizaram um protesto na manhã desta segunda-feira (21), no bairro de Jaraguá, em Maceió, para cobrar o pagamento de safras de cana vendidas às usinas do estado. Segundo a categoria, a dívida ultrapassa R$ 250 milhões.

Os fornecedores se concentraram em frente à Associação dos Plantadores de Cana de Alagoas (Asplana) e saíram em caminhada até a Cooperativa Regional dos Produtores de Açúcar e Álcool de Alagoas, que representa os usineiros, para cobrar a dívida.

A reportagem do G1 tentou contato com representantes dos usineiros, mas não conseguiu.

O presidente da Asplana, Edgar Filho, explicou que cerca de 10 usinas estão em débito com os fornecedores.

"Nós estamos lutando pelo nosso direito. São mais de 7,5 mil plantadores em todo o estado que estão deixando de pagar funcionários e de sustentar a própria família por causa desta dívida", explicou.

Ainda de acordo com Filho, embora o protesto seja uma forma de cobrança, eles buscam negociar com os usineiros o pagamento da dívida, para que não haja prejuízo a nenhuma das partes. "Já fizemos outras negociações, mas nada era cumprido, agora queremos algo acordado com a Justiça".

A categoria afirma que, devido à falta de pagamento, o número de plantadores de cana diminuiu. Em 2012, havia 8.252 fornecedores, hoje esse número foi reduzido para 5 mil.