Cana: Mercado

ATR Alagoas e Sergipe: No final de safra, valor tem variação discreta


Jornal de Alagoas - 04 set 2020 - 08:44

O Conselho de Produtores de Cana-de-açúcar e Etanol dos Estados de Alagoas e Sergipe (Consecana-AL/SE) divulgou os números finais de açúcar total recuperável (ATR) referentes à safra 2019/20. No mês de agosto, o preço líquido foi de R$ 0,8820. Em comparação ao mês anterior, quando o valor foi de R$ 0,8811, foi registrado um crescimento discreto de 0,1%.

“O fechamento anual da ATR teve um leve acréscimo. Neste mês, praticamente não houve comercialização. Mas o etanol e o açúcar cristal tiveram uma oscilação positiva, gerando um pequeno reflexo na média”, afirmou o presidente do Consecana, Edgar Filho.

Segundo o dirigente, o cenário para o ciclo 2020/21 é considerado positivo. “Achamos que será um ano com preços bons. Na comparação entre o ATR de agosto deste ano com o ATR do mesmo período do ano passado, houve uma variação positiva na casa dos 20%. Isso nos deixa animado para a safra”, declara e completa: “A depender das chuvas de verão, nos meses de setembro e de outubro, podemos ter uma moagem maior do que a registrada em 2019/20. O mercado está apontando para um cenário positivo”.

De acordo com o Consecana – com base nos dados fornecidos pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (CEPEA), da Esalq-USP –, praticamente todos os produtos que fazem parte do mix ada cana em Alagoas tiveram alguma alta de preço. O destaque foi para o açúcar VHP comercializado no mercado americano, cuja saca passou de R$ 158,26 em julho para R$ 169,02 em agosto.

Já o VHP comercializado com o mercado mundial não teve alteração de preço e permaneceu a R$ 86,25. Enquanto isso, o saco do açúcar cristal, comercializado no mercado interno, subiu de R$ 82,18 para R$ 83,02.

O valor do metro cúbico do etanol anidro – que em julho foi de R$ 2.083,38 – subiu para R$ 2.170,48 em agosto. No sentido contrário, o preço do etanol hidratado caiu de R$ 1.886,90 para R$ 1.738,04.

O Consecana informou ainda que a média mês dos produtos que fazem parte do mix da ATR em Alagoas também teve variação positiva e subiu de R$ 1,4908/kg para R$ 1,4924/kg. Com isso, o preço médio acumulado do ATR nos produtos foi de R$ 1,2850/kg.

De acordo com o Consecana, o valor líquido da cana padrão, que corresponde a 114,09 kg de ATR por tonelada cana, foi de R$ 100,6274 em agosto. No acumulado acumulado da safra, por sua vez, ele foi de R$ 86,8399.


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail