PUBLICIDADE
ARMAC
Cana: Meio ambiente

Usina nega responsabilidade por fumaça que provocou acidente de trânsito em Alagoas

Motoristas ficaram sem visibilidade no trecho entre as cidades de São Miguel dos Campos e Barra de São Miguel; cerca de 10 pessoas ficaram feridas e foram atendidas pelo Samu e Corpo de Bombeiros


G1 - 10 nov 2021 - 08:22
imae intro
Engavetamento com 10 veículos deixa feridos em rodovia

A usina de cana-de-açúcar a qual pertence o canavial que fica às margens da rodovia AL-220, entre as cidades de São Miguel dos Campos e Barra de São Miguel, no litoral sul de Alagoas, informou que não fez queimada na tarde desta terça-feira, 9. A fumaça vinda do canavial prejudicou a visibilidade dos motoristas, provocando uma colisão em sequência, com o engavetamento de 10 veículos.

“Infelizmente, aconteceu isso. Pode ter sido um incêndio provocado por alguém, ou alguém passando fumando, ou então um incêndio espontâneo, que pode acontecer com vidro ou alguma coisa desse tipo”, disse o representante da usina, Carlos Antônio Texeira.

Texeira disse ainda que funcionários ajudaram a dissipar a fumaça e também sinalizaram para que os motoristas que passavam pelo local tivessem cuidado.

“Nós estávamos ajudando a brigada de incêndio com oito [caminhões] pipas e também deixamos pessoas na pista sinalizando para as pessoas não passarem e terem o devido cuidado. Mas, infelizmente, eu acho que o pessoal por algum motivo tentou entrar [na fumaça] e, quando parou, já foi muito tarde", disse o representante.

Entre os veículos que se envolveram no acidente estavam carros de passeio, transporte complementar e até uma ambulância. O acidente aconteceu em um trecho onde as rodovias AL-220 e BR-101 se encontram.

A auxiliar de cozinha Quitéria Soares pegou uma van em São Miguel dos Campos com a filha e seguiam viagem até a Barra de São Miguel. Assustada, ela disse que teve sorte. “Se a gente não tivesse saído rápido, o outro carro tinha batido em todos nós e a gente não estaria aqui”.

Cerca de dez pessoas ficaram feridas, todas sem risco de morte. Quatro vítimas foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e três pelo Corpo de Bombeiros. As demais pessoas foram atendidas no local do acidente.

Após o engavetamento, outros focos de incêndio foram registrados na mesma região. A rodovia permaneceu interditada até a noite. Militares do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) permaneceram no local para orientar os motoristas até a chegada dos últimos guinchos que recolheram os veículos envolvidos no acidente.

Uma equipe do Instituto do Meio Ambiente (IMA) também esteve no local para apurar as causas do incêndio.


PUBLICIDADE FMC_VERIMARK_INTERNO FMC_VERIMARK_INTERNO

Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
STOLLER
x