PUBLICIDADE
ARMAC
Açúcar: Mercado

Tempo seco e alta do dólar fazem preço do açúcar atingir menor cotação em seis anos


Agência Udop de Notícias - 12 jun 2015 - 10:29 - Última atualização em: 29 nov -1 - 20:53

Favorecida pelo tempo estável, a colheita da cana-de-açúcar se intensificou nos últimos dias, o que pressionou as cotações do açúcar. Ontem (11), os preços despencaram na bolsa de Nova York. Só para ter uma ideia, no vencimento julho/15, a commodity foi cotada abaixo dos 12 cents: 11,64 centavos de dólar por libra-peso, uma queda de 37 pontos.

No lote outubro/15, o recuo foi de 29 pontos, comercializada a 12,04 centavos de dólar por libra-peso. Segundo o jornal Valor Econômico, é o menor valor desde 14 de janeiro de 2009. Ainda de acordo com a análise do veículo, a elevação do dólar perante o real também impactou negativamente os preços da commodity. Além disso, o tempo seco aumentou a concentração de açúcar na planta, o que significa uma maior oferta em um mercado já saturado.

Em Londres, no vencimento agosto/15, o açúcar também caiu. Uma desvalorização de 4,70 dólares, cotado a US$ 349,50 a tonelada. Nos lotes outubro/15 a maio/16, a queda oscilou de 5,10 a 6,20 dólares.

Mercado interno

Ontem, os negócios foram firmados em R$ 50,24 a saca de 50 quilos do tipo cristal. Uma retração de 0,48% em relação ao dia anterior, segundo os índices do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq), da USP.

Etanol

O preço do etanol hidratado teve mais um dia de queda. De acordo com os índices da Esalq/BVMF, ele foi cotado a R$ 1.159,50 o metro cúbico, baixa de 0,17%.

Patrícia Mendonça


PUBLICIDADE FMC_VERIMARK_INTERNO FMC_VERIMARK_INTERNO

Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
STOLLER
x