Açúcar: Mercado

Expectativa sobre exportação da Índia volta a pressionar açúcar bruto na ICE


Reuters - 27 set 2018 - 17:53

Os contratos futuros do açúcar bruto na ICE foram pressionados nesta quinta-feira pela projeção de maiores exportações da Índia, enquanto os preços do café arábica avançaram com o movimento positivo da moeda brasileira.

O contrato março do açúcar bruto terminou estável a 10,91 centavos de dólar por libra-peso, depois de ter sido negociado a 10,80 centavos de dólar.

O mercado continuou pressionado pelas notícias de quarta-feira de que a Índia aprovou maiores pagamentos para os agricultores e uma série de incentivos à exportação de açúcar. 

O açúcar bruto para outubro avançou 0,15 centavos de dólar, ou 1,5 por cento, para 10,05 centavos de dólar por libra-peso, depois de tocar uma mínima desde junho de 2008 a 9,83 centavos de dólar.

"O timing da Índia é claramente horrível, especialmente com eles sabendo que a safra recorde estava nas cartas por vários meses… e outra grande safra é esperada para 2019/20", disse James Liddiard, da consultoria Agrilion, em nota.

A produção de etanol do Brasil está ajudando as usinas do país a lidarem com a queda dos preços, disse uma agência brasileira do setor.

O açúcar branco para dezembro teve alta de 1,30 dólar, ou 0,4 por cento, a 313 dólares por tonelada. 

O contrato dezembro do café arábica subiu 1,55 centavo de dólar, ou 1,59 por cento, para 99,30 centavos dólar por libra-peso.

O fortalecimento do real , que atingiu sua máxima em um mês, deu suporte aos preços, disseram operadores. A moeda mais valorizada no maior produtor do mundo desencoraja a venda de commodities atreladas ao dólar por produtores.

O café robusta para novembro subiu 5 dólares, ou 0,3 por cento, a 1.516 dólares por tonelada.

Ayenat Mersie e Nigel Hunt