PUBLICIDADE
ARMAC
Açúcar: Mercado

Corretora Votorantim prevê estabilidade de preços do açúcar demerara


Agência Estado - 06 ago 2013 - 16:39 - Última atualização em: 29 nov -1 - 20:53

Após quase dois anos em queda, os preços internacionais do açúcar demerara devem passar, pelos próximos 24 meses, por um período de estabilização. De acordo com a Votorantim Corretora, a produção mundial de açúcar deve crescer pouco, justamente em razão das cotações em níveis baixos, contribuindo para a redução dos estoques mundiais da commodity - que somaram 38,4 milhões de toneladas ao término do ciclo 2012/13, 28,4% mais que o registrado em 2010/11.

Ainda segundo a corretora, o crescimento menor de produção em 2013/14 decorrerá também de uma produção 5% menor na Índia, cujos canaviais foram prejudicados por secas, e da estagnada capacidade de moagem no Brasil. A falência de algumas usinas em pior situação financeira no País é outro fator que acarretará em uma menor capacidade de processamento. Por fim, o mix mais alcooleiro já verificado na atual safra, com as unidades produtoras destinando maior parcela de cana para a produção de etanol, também deve dar alguma sustentação aos preços do açúcar pelos próximos meses, complementa a Votorantim Corretora.

O cenário traçado para o setor é de convergência entre a produção e o consumo mundiais de açúcar. Estimativas do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) indicam um superávit de 10,1 milhões de toneladas no ciclo 2012/13, que se encerra em setembro, e de um menor nível para a temporada mundial 2013/14, de 6,7 milhões de toneladas. Algumas instituições, contudo, estimam um excedente menor para o próximo ciclo, de aproximadamente 3,5 milhões de toneladas. Desde a safra 2010/11 a produção tem superado o consumo mundial.


PUBLICIDADE FMC_VERIMARK_INTERNO FMC_VERIMARK_INTERNO

Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
STOLLER
x