Açúcar: Mercado

Clima permite produção brasileira de açúcar acima do esperado, diz OIA


Agência Estado - 08 jan 2013 - 16:39 - Última atualização em: 29 nov -1 - 20:53

O tempo mais seco permitiu ao Brasil acelerar a produção de açúcar nos últimos meses. O fato foi destacado pela Organização Internacional de Açúcar (OIA) em relatório mensal divulgado nesta terça, dia 8.

– O tempo seco no Centro-Sul nos últimos meses da safra 2012/2013 tem permitido ao Brasil uma produção em ritmo superior ao previsto pelo mercado – diz o documento que trouxe balanço do setor de dezembro.

O relatório aponta que, apenas em novembro de 2012, a região Centro-Sul produziu 3,6 milhões de toneladas, mais que o dobro do registrado em igual mês de 2011.

– Um recorde de todos os tempos para o mês – destaca o documento. Com isso, o trabalho nas usinas continua. Segundo a OIA, no fim de novembro, só 84 usinas brasileiras haviam concluído o processamento da safra. Em igual período de 2011, 246 usinas já tinham terminado os trabalhos. Ou seja, como a produção foi maior, as operações se estenderam por mais tempo.

O documento cita ainda levantamento da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica) que afirma que, em pleno feriado de Natal, cerca de 50 usinas continuavam na ativa. Com esse cenário, a consultoria Datagro "aumentou significativamente a previsão para a produção na região", cita o documento divulgado em Londres.

Agora, a consultoria prevê que a produção deve alcançar 34,3 milhões de toneladas de açúcar – dois milhões de toneladas acima da estimativa anterior, divulgada no início de novembro.

Com uma produção maior que o previsto, o ritmo das exportações brasileiras seguirá firme por mais tempo.

– A alta produção permitiu ao Brasil manter as exportações de açúcar relativamente firmes em um momento em que, normalmente, os embarques começam a diminuir significativamente – diz o relatório.


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail