PUBLICIDADE
ARMAC
Açúcar: Mercado

China começa a liberar estoques e venderá 200 mil toneladas de açúcar


Dow Jones Newswires - 28 out 2016 - 15:12

A China começou a vender nesta sexta-feira, 28, parte de seus estoques de açúcar, como já era esperado no mercado. De acordo com o Ministério do Comércio do país asiático, foram colocadas à venda 200 mil toneladas, abaixo das 350 mil toneladas inicialmente previstas. Os objetivos do governo chinês são controlar o contrabando da commodity e elevar a oferta interna, de modo a segurar a alta dos preços domésticos após a quebra de safra em importantes áreas de produção.

A medida deve fazer com que o gigante asiático importe menos açúcar daqui para frente. Recentemente, o adido do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) em Pequim cortou sua estimativa para as compras chinesas na temporada 2016/17 para 6 milhões de toneladas, 1,9 milhão de toneladas a menos que a projeção oficial do governo norte-americano.

Até setembro, a China havia importado 2,62 milhões de toneladas do alimento, abaixo dos 4,85 milhões de toneladas de igual período de 2015. Na avaliação de Claudiu Covrig, analista da Platts Kingsman, as importações chinesas no quarto trimestre não devem passar de 350 mil toneladas. O volume, se confirmado, representaria a metade do que foi comprado entre outubro e dezembro do ano passado (700 mil toneladas).

A notícia também mexe com os contratos futuros do açúcar demerara na Bolsa de Nova York (ICE Futures US). Hoje, o vencimento março recuava 37 pontos (1,64%), para 22,22 centavos de dólar por libra-peso.


PUBLICIDADE FMC_VERIMARK_INTERNO FMC_VERIMARK_INTERNO

Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
STOLLER
x