PUBLICIDADE
ARMAC
Açúcar: Mercado

Açúcar tende a se estabilizar e retomar alta, avalia Saxo Bank


Globo Rural - 22 set 2014 - 18:07 - Última atualização em: 29 nov -1 - 20:53

Em função dos preços baixos atuais, diferença entre oferta e demanda deve cair e ajudar na recuperação dos preços do açúcar

Os preços internacionais do açúcar devem se estabilizar e ter uma recuperação nos próximos anos. Foi o que afirmou nesta segunda-feira (22/9), o diretor de commodities do banco dinamarquês Saxo Bank, Olé Hansen, em encontro com jornalistas em São Paulo (SP).

Só neste mês, o preço da commodity, tomando por base o contrato de outubro na Bolsa de Nova York, deixou o patamar dos US$ 0,15 e caiu para próximo de US$ 0,13 por libra-peso. Hansen destacou que, neste momento, a situação dos estoques mundiais é confortável, o que pressiona os preços. No entanto, avaliou que o ciclo tende a se reverter.

“A diferença entre oferta e demanda deve cair. Diante dos preços baixos, a oferta deve ter uma redução. Mas acreditamos que a demanda deve manter o crescimento, especialmente na Europa e na Ásia, com preços se estabilizando e oscilando para valores mais altos nos próximos anos”, afirmou o executivo.

Hansen considerou também que os problemas enfrentados pelo setor sucroenergético no Brasil, com quebra na produção de cana-de-açúcar e a crise econômico-financeira das indústrias, deve ajudar a dar um suporte aos preços do açúcar no futuro. “Definitivamente há um impacto, considerando a importância do Brasil na formação dos preços globais.”

RAPHAEL SALOMÃO


PUBLICIDADE BASF GIGA INTERNAS BASF GIGA INTERNAS

Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
STOLLER
x