BASF
Açúcar: Mercado

Açúcar bruto recua na ICE e julho é negociado a 12,40 cents/libra


Reuters - 11 jun 2019 - 07:22

Os preços do açúcar bruto na ICE foram marcados por queda nesta segunda-feira (10) após previsão da Organização Internacional do Açúcar (OIA), que reforçou preocupações de excesso de oferta.

A OIA projetou uma sobreoferta global de açúcar de 1,83 milhão de toneladas na temporada 2018/19, acima de uma estimativa anterior de 641 mil toneladas. Um déficit de 3 milhões de toneladas, porém, foi previsto para 2019/20.

A produção de açúcar no estado indiano de Maharashtra, o segundo maior produtor do país, deve cair 39,2% em 2019/20 na comparação anual, para 6,5 milhões de toneladas, com as lavouras de cana sendo afetadas por uma seca, disse uma autoridade governamental nesta segunda-feira.

Nesse cenário, o contrato julho do açúcar bruto fechou em queda de 0,10 centavo de dólar, ou 0,8%, a 12,40 centavos de dólar por libra-peso, após tocar máxima de 12,49 centavos.

O nível de 12,50 centavos continua atuando como resistência para o mercado, com a aceleração de vendas por produtores acima dessa marca.

As quedas no preço do açúcar, entretanto, foram limitadas à medida que fundos seguiram cobrindo posições vendidas, disseram operadores.

O contrato agosto do açúcar branco fechou em queda de 3,90 dólares, ou 1,2%, a 333,70 dólares por tonelada.

Ayenat Mersie, Maytaal Angel e Nigel Hunt