Açúcar: Mercado

Açúcar bruto amplia recuperação na ICE; outubro é negociado a 12,35 cents/libra


Reuters - 17 set 2020 - 07:05

Os contratos futuros do açúcar bruto negociados na ICE ampliaram sua recuperação nesta quarta-feira, permanecendo acima da marca de 12 centavos de dólar, diante de nova desvalorização do dólar e da alta nos preços do petróleo.

O contrato outubro do açúcar bruto fechou em alta de 0,27 centavo de dólar, ou 2,2%, a 12,35 centavos de dólar por libra-peso, depois de avançar 2,7% na terça-feira. O vencimento chegou a bater 12,43 centavos durante a sessão, maior nível desde 3 de setembro.

O dólar se desvalorizou nesta quarta, à medida que os mercados apostavam em afrouxamentos monetários pelo banco central dos Estados Unidos. Já os preços do petróleo avançaram pelo segundo dia seguido.

Os preços mais elevados do petróleo e o enfraquecimento do dólar aumentam o interesse das usinas brasileiras na produção de etanol, em detrimento do açúcar.

“Nós continuamos neutros no açúcar bruto, com previsão de preço médio de 12,25 centavos por libra-peso no segundo semestre de 2020. Seguimos esperando os preços em 14 centavos por libra-peso em 2021, à medida que os preços do petróleo continuam em recuperação”, disse o Citi em nota.

O açúcar branco para dezembro avançou 4,70 dólares, ou 1,3%, para 358,00 dólares por tonelada.

As entregas contra o vencimento outubro, que expirou na terça-feira, foram estimadas por operadores em 346 mil toneladas, um volume relativamente alto, o que indica boa demanda.

Marcelo Teixeira e Maytaal Angel