Açúcar: Exportação

Receita intercepta 500 quilos de cocaína em carga de açúcar no Porto de Santos

Fiscais apreenderam droga em meio a carregamento que seria embarcado para a África, com escala na Bélgica; mais de 2,5 toneladas de cocaína foram apreendidas no terminal em 2021


O Estado de S. Paulo - 24 fev 2021 - 09:18

Em mais uma apreensão de drogas no Porto de Santos, no litoral paulista, equipes da Alfândega da Receita Federal interceptaram 501 quilos de cocaína escondidos em uma carga de açúcar. A droga, que seria embarcada para Gana, na África, com escala em Antuérpia, na Bélgica, foi entregue à Polícia Federal para a continuidade das investigações.

Segundo informações da Receita Federal, a apreensão foi feita na terça-feira, 23. A carga foi selecionada para conferência a partir de critérios de análise de risco usados nas fiscalizações de rotina. A inspeção começou com uma avaliação por imagens de escâner. Em seguida, o cão de faro da Receita sinalizou a presença de drogas. Aberta a carga, os agentes encontraram os tabletes de cocaína na carga de açúcar, que tinha 270 toneladas acondicionadas em dez contêineres.

Em 2020, a Alfândega de Santos interceptou 20,5 toneladas de cocaína em cargas de exportação. Até o momento, foram mais de 2,5 toneladas em 2021. Na maior parte dos casos, a droga foi encontrada em contêineres que seriam enviados para a Europa. As cargas usadas para esconder o entorpecente são as mais variadas: de sucata, óleo, farinha e frutas até café.


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail