Açúcar: Exportação

Petróleo e dólar diminuem peso da logística e melhoram competitividade do açúcar brasileiro

Fretes marítimo e rodoviário mais baratos devem aumentar a rentabilidade obtida pelas usinas com a exportação do produto


INTL FCStone - 18 jan 2016 - 10:30

O baixo preço do petróleo, combinado com outros fatores (como a desaceleração na China), vem levando a forte queda no preço do transporte marítimo. Na semana anterior, o frete da tonelada de açúcar de Santos para Taiwan (República da China) chegou a ser cotado em US$18,14, quase metade de um ano atrás e 77% abaixo do início de 2014.

A maior distância do Brasil para os maiores importadores de açúcar em relação aos principais competidores neste mercado significa que a queda no preço do frete aumenta a competitividade do produto nacional.

A análise completa do analista da INTL FCStone, João Paulo Botelho, está disponível na versão integral do texto.


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR



Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail