Açúcar: Exportação

Açúcar branco atinge preço mais vantajoso da história para usinas brasileiras

Prêmio do açúcar branco chega a R$ 702,33/t e exportação brasileira do produto pode ultrapassar 4 milhões de toneladas


S&P Global Platts - 08 mai 2020 - 08:27

Por Nicolle Monteiro de Castro*

Os produtores brasileiros podem ser incentivados a maximizar a produção de açúcar refinado na safra 2020/21. O prêmio do açúcar branco chegou a ser negociado a R$ 702,33/t, o mais alto nível histórico para a moeda brasileira.

O movimento de alta teve início em 14 de fevereiro, quando o prêmio pago pelo açúcar refinado brasileiro no mercado de exportação fechou em R$ 322,70/t. Desde então, este valor subiu 117,64%.

No período, o prêmio do açúcar branco sobre o açúcar bruto – negociado em dólares por meio de contratos futuros em Nova York – aumentou cerca de 60%, de US$ 75,18/t para US$ 120,26/t, na última quinta-feira (7).

Ainda que se trate de um aumento considerável, ele não foi tão relevante para os produtores brasileiros, maiores exportadores mundiais de açúcar.

O principal fator sobre os preços, então, foi a forte depreciação do real em relação ao dólar. Na quinta-feira, o câmbio da moeda brasileira ante o dólar atingiu o valor mais alto da história, com R$ 5,84. Na prática, esta relação funciona como um apoio aos exportadores de açúcar brasileiros.


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR