Milho

Conab reduz estimativa de safra de milho do Brasil e vê mais importações


Reuters - 10 jun 2021 - 14:04

A estatal Companhia Nacional do Abastecimento (Conab) reduziu nesta quinta-feira estimativas para a produção total de milho do Brasil na temporada 2020/21, para 96,39 milhões de toneladas, ante 106,4 milhões no mês passado, em meio a quebras previstas para a segunda safra do cereal.

As projeções para as importações de milho pelo Brasil foram ampliadas, para 2,3 milhões de toneladas, enquanto as de exportação foram reduzidas para 29,5 milhões de toneladas, frente a 35 milhões nas previsões de maio.

Sobre as aquisições externas, a Conab disse que o ajuste “ocorre após constatação da elevação das importações de milho no primeiro semestre de 2021 em percentual superior à 60% ao observado no mesmo período de 2020, e expectativa de ampliação também no segundo semestre”.

Já para as exportações, a estatal vê menor anseio das tradings em comercializar o grão para o mercado externo, com as cotações domésticas do cereal mais remuneradoras na atual conjuntura.

A Conab cortou sua projeção para a segunda safra de milho para 69,95 milhões de toneladas, de 79,8 milhões na previsão passada, com queda de 6,8% em relação à temporada anterior.

“A segunda safra de milho 2020/21 ficará substancialmente abaixo dos níveis projetados para o mês anterior em razão das condições de seca verificadas nos principais estados produtores, apontadas como o principal motivo para os cortes realizados”, estima.

A companhia também alertou que a chegada do frio na região Sul é mais uma preocupação para a safrinha brasileira. “Com o plantio tardio, também consequência da irregularidade climática, o risco de geada aumentou de forma significativa e pode impactar ainda mais os números”, disse no levantamento.

Diante destes ajustes, o estoque final de milho esperado para o ciclo 2020/21 é de 7,6 milhões de toneladas, redução de 27,4% em relação à safra anterior. No mês passado, as reservas ainda estavam estimadas em 10,86 milhões.

Download

Luciano Costa e Nayara Figueiredo

Tags: Milho Conab

Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail



x