Vallourec
Usinas

Todas as 150 usinas de São Paulo estarão paradas nesta terça-feira, diz Unica


Agência Estado - 28 mai 2018 - 14:05 - Última atualização em: 30 mai 2018 - 08:05

A União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica) informou nesta segunda-feira (28) que, ao menos até terça-feira (29) todas as 150 usinas e os 14 mil fornecedores de cana-de-açúcar do Estado de São Paulo estarão paralisados por conta da greve dos caminhoneiros. Segundo a associação, a medida ocorre por falta de diesel e peças para máquinas e equipamentos, além de alimentos para refeitórios e outros insumos.

Em São Paulo, o setor gera mais de 310 mil empregos diretos e responde por 60% da produção brasileira de açúcar e etanol. “Esse contingente processa diariamente mais de 2 milhões de toneladas de cana, produz 150 mil toneladas de açúcar e 100 milhões de litros de etanol por dia”, com perda diária de receita de R$ 180 milhões, informou a Unica.

Segundo a associação, “o cenário é preocupante porque, além de aumentar os custos de produção”, a queda no faturamento pode “comprometer a sobrevivência de empresas que já estão com nível de endividamento elevado diante da crise vivenciada pelo setor sucroenergético”.

A Unica informa que o atraso no período de moagem da cana, que está em plena colheita da safra 2018/2019, “pode trazer ônus expressivo ao setor e comprometer severamente a entrega dos produtos e a postergação do período de moagem”.

A Unica relatou também, sem citar locais, que algumas usinas tiveram canaviais, “criminalmente, incendiados, após tentarem entregar etanol para garantir o mínimo de suprimento à população”. A queima prejudica a produtividade da cana, que não pode ser colhida ou que tem a colheita antes da maturação total.

“A Unica reforça que o setor está pronto para contribuir com a retomada das atividades da economia tão logo a greve seja interrompida. As unidades produtoras possuem equipes preparadas para entregar produtos, especialmente etanol, durante todos os dias, incluindo finais de semana e feriados”, concluiu.