Tereos deve encerrar safra de cana mais cedo neste ano, em novembro, diz diretor

A Tereos Açúcar & Energia Brasil, um dos maiores grupos sucroenergéticos do país, deve encerrar a safra de cana 2017/18 mais cedo neste ano, ainda em novembro, disse o diretor agrícola da companhia, Jaime Stupiello, nesta terça-feira.

“Vamos terminar em novembro, não vamos entrar em dezembro, como aconteceu no ano passado, quando deixamos um pouco de cana para o último mês (do ano)”, afirmou em rápida entrevista à Reuters, no intervalo da 2ª Reunião da Canaplan, em Ribeirão Preto (SP).

Conforme ele, a antecipação no término das atividades é resultado do clima seco desde setembro, que tem favorecido a colheita, sem interrupções. Quando há chuvas em excesso, as colhedoras dificilmente acessam as plantações encharcadas.

Ele ponderou, no entanto, que as sete unidades da empresa, da antiga Guarani, todas no noroeste de São Paulo, não serão “desligadas” de uma vez, com algumas encerrando os trabalhos antes de outras.

Stupiello reafirmou que a Tereos tem como previsão processar 20 milhões de toneladas de cana na atual safra 2017/18, acima das 19,6 milhões de toneladas do ano anterior.

Em agosto, o diretor da Região Brasil do Grupo Tereos Brasil, Jacyr Costa Filho, comentou que, no próximo ano, a companhia deverá elevar a capacidade total de moagem para 23 milhões de toneladas após investimentos na Usina Tanabi.

José Roberto Gomes

Etanol e Cana direto em seu email

Antes de sair, cadastre-se para receber as principais notícias do setor
Obrigado, não quero ficar informado.
Esqueci minha senha close modal