Comparativo entre 7 usinas: 11 indicadores econômico-financeiros do setor sucroenergético

O significado de R$1 de lucro, R$1 de dívida e 1 tonelada de cana para as sucroenergéticas. Resultado comparado feito com base em indicadores da FG/A demonstra situação financeira de sete empresas

Quanta cana-de-açúcar uma usina precisa moer para ter um lucro de R$ 1? Quais são os custos de produção que uma empresa tem para cada tonelada de cana moída? Qual é o peso de cada real de dívida sobre o patrimônio de uma empresa?

Embora essas perguntas pareçam vindas de um programa de curiosidades, elas trazem um importante comparativo para companhias do setor de açúcar e etanol – que podem ser extrapolados para diferentes escalas empresariais. “Eu não tenho nenhuma necessidade de ser grande para eficiência industrial”, garante o sócio da FG/A, Willian Orzari Hernandes.

O especialista apresentou uma série de indicadores que permitem compreender a atual situação das usinas brasileiras em contexto, considerando eficiência industrial e financeira. A partir desses números, o novaCana traz uma nova leitura, questionando o significado de R$ 1 de Ebitda, R$ 1 de dívida e 1 tonelada de cana para sete empresas, que divulgaram seus dados – Alcoeste, Biosev, CMAA, Coruripe, Raízen, São Martinho e Sonora.

“Existem alguns fatores do setor que ajudam a agregar margem, ajudam a agregar resultados que são independentes [do tamanho da empresa]”, afirma Hernandes.

Assim, partir dos indicadores da FG/A que envolvem os lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda), o novaCana calculou quanto de cana-de-açúcar uma empresa precisa moer e qual é a receita necessária para as empresas atingirem R$ 1 de lucro.

fga 191017 3 BL

fga 191017 1 BL

fga 191017 2 BL

O texto acima é apenas uma breve introdução. Para ver esta página completa clique aqui e assine.

exclusivo assinantes

O texto completo desta página
está disponível apenas aos assinantes do site

veja como é fácil e rápido assinar

Etanol e Cana direto em seu email

Antes de sair, cadastre-se para receber as principais notícias do setor
Obrigado, não quero ficar informado.
Esqueci minha senha close modal