A evolução dos resultados agrícolas, industriais e financeiros da Raízen em 35 gráficos

Entre os destaques das demonstrações financeiras divulgadas essa semana pela Raízen Energia está a retração de 6,9% na receita operacional líquida da companhia no 3º trimestre da safra 2016/17 em comparação com igual período da temporada anterior. O indicador foi de R$ 3,71 bilhões na safra anterior para R$ 3,47 bilhões no terceiro trimestre da atual temporada.

Na mesma comparação, o custo operacional da companhia retraiu 11%, partindo de R$ 2,73 bilhões na antiga temporada para R$ 2,44 bilhões na atual. Com a maior queda nos custos, o lucro operacional da companhia terminou em um pouco mais de R$ 1 bilhão, resultado 7,78% do que o registrado em igual período da safra 2015/16.

O novaCana compilou uma série de gráficos para a compreensão de mais de 30 indicadores da maior empresa do setor sucroenergético do Brasil e destacou os principais highlights do balanço referente ao 3º trimestre da safra 2016/17.

Confira a seguir comparativos e a evolução por trimestre e por safra:

- Produtividade
- Produção de etanol
- Produção de açúcar
- ATR
- Nível de mecanização
- Estoques de etanol
- Estoques de açúcar
- Diferenças no teor de açúcar ao longo do ano
- Cogeração: energia vendida, receita e preço médio
- Etanol: volume vendido, receita e preço médio
- Açúcar: volume vendido, receita e preço médio
- Receita operacional
- Composição das vendas
- Destino da produção ao longo da safra: mercado externo e interno
- Evolução financeira

O texto acima é apenas uma breve introdução. Para ver esta página completa clique aqui e assine.

exclusivo assinantes

O texto completo desta página
está disponível apenas aos assinantes do site

veja como é fácil e rápido assinar

Etanol e Cana direto em seu email

Antes de sair, cadastre-se para receber as principais notícias do setor
Obrigado, não quero ficar informado.
Esqueci minha senha close modal