Ebitda da Raízen Energia foi mantido para 2018/19 graças a etanol, diz Cosan

A perspectiva favorável para o etanol no Brasil, com maior rentabilidade e forte demanda, explica a manutenção do guidance de Ebitda da Raízen Energia, apesar da perspectiva de menor moagem e fracos preços internacionais do açúcar, disse um executivo da Cosan nesta sexta-feira.

Segundo o gerente-executivo de Relações com Investidores da empresa, Phillipe Casale, a recente crise na Argentina também não afeta o negócio de compra de ativos da Shell no país pela Raízen Combustíveis, empresa integrante da joint venture entre Cosan e Shell.

Os comentários foram feitos após a Cosan reportar lucro líquido de 345,7 milhões de reais no primeiro trimestre de 2018, alta de 68,4 por cento na comparação anual, na véspera.

José Roberto Gomes

Etanol e Cana direto em seu email

Antes de sair, cadastre-se para receber as principais notícias do setor
Obrigado, não quero ficar informado.
Esqueci minha senha close modal