Mais dinheiro em caixa: O impacto do RenovaBio na receita das usinas

Cálculos demonstram como o preço do CBio pode influenciar na receita com a produção dos biocombustíveis

Com os prazos para regulamentação e definição de metas se aproximando do fim, o RenovaBio deixa de ser uma promessa abstrata e já faz parte do horizonte das usinas. À medida em que as resoluções passam por consulta pública e o RenovaBio se torna mais concreto, fica mais fácil compreender como se dará o novo mercado possibilitado pelos CBios, os créditos que serão comercializados em bolsa de valores.

Enquanto as metas para as distribuidoras serão correspondentes a suas participações de mercado, as usinas deverão produzir um mínimo de cada biocombustível – desde que estejam com boas notas de eficiência ambiental-energética – para poder emitir os CBios e lucrar com sua venda.

Porém, qual pode ser a real influência desse novo mercado na receita das usinas, considerando o valor de comercialização dos biocombustíveis?

Confira, na versão completa, os cálculos do valor de venda dos biocombustíveis somados ao preço do CBio, nos três cenários de preços possíveis estipulados pelo Ministério de Minas e Energia (MME).

cbio 1 vendausinas BL

cbio 2 porlitro BL

O texto acima é apenas uma breve introdução. Para ver esta página completa clique aqui e assine.

exclusivo assinantes

O texto completo desta página
está disponível apenas aos assinantes do site

veja como é fácil e rápido assinar

Etanol e Cana direto em seu email

Antes de sair, cadastre-se para receber as principais notícias do setor
Obrigado, não quero ficar informado.
Esqueci minha senha close modal