As perspectivas para as safras 2017/18 e 2018/19 e para o mercado

novaCana.com

Conforme chegamos à segunda metade da colheita da cana-de-açúcar no Centro-Sul do Brasil, consultorias e outras instituições ligadas ao setor ajustam suas visões para a atual temporada com elementos mais concretos sobre o que deve levar a produção de cana para além ou para baixo do que previsto inicialmente.

novaCana.com13/09/2017

A quantidade de cana moída durante uma safra, é um dos principais indicadores de desempenho do setor. O número afeta a produção de açúcar, etanol e energia. O papel dos analistas é prever qual será esse volume e indicar possíveis rumos e comportamentos do mercado.

O Banco Pine, que já vinha indicando que o desempenho do campo pode trazer surpresas positivas, atualizou oficialmente na última semana suas expectativas de moagem para atual temporada. O Pine elevou a previsão em 2,61%, passando de uma estimativa de 575 milhões de toneladas para 590 milhões de toneladas de cana moída na temporada 2017/18.

O economista e analista sênior de commodities da instituição, Lucas Brunetti, analisa que há vários fatores importantes para determinar a produtividade no Centro-Sul do Brasil. “As chuvas tardias de maio, em um primeiro semestre muito ensolarado, aumentaram a produção de cana. Além disso, a utilização elevada de fertilizantes no trato da soca também ajudou”, aponta.

Graduado pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e com mestrado em Economia Aplicada pela Universidade de São Paulo (USP), Brunetti será palestrante do NovaCana Ethanol Conference no painel “Safra 2017/18 e 2018/19: perspectivas e desafios”. Ele deve apresentar indicadores importantes para o planejamento e tomada de decisões das usinas. Também fazem parte do painel: Fabio Meneghin (Agroconsult) e João Paulo Botelho (FCStone).


Palestra: Visões de safra e dos rumos do mercado

Por: Lucas Brunetti
Data: 26 de setembro às 14h40
Local: Hotel Tivoli - Mofarrej

inscricao


As produções esperadas para a safra atual e também para próxima, assim como seus reflexos no mercado de etanol e açúcar permearão a apresentação do economista Lucas Brunetti.

Ele ainda indica que é preciso acompanhar como será a colheita da cana nos meses finais da safra – fator que pode afetar a produção de 2017/18 e modificar o cenário que se forma para temporada 2018/19.

20170831 NC Pine ultimas temporadas

20170831 NC Pine estimativas pine

A previsão de 18 consultorias

Com a atualização do Banco Pine e de outras instituições, a sondagem realizada periodicamente pelo novaCana com 18 empresas continua a mostrar uma convergência de valores e análises, indicando que o desenvolvimento da iminente reta final da safra deve ocorrer sem grandes surpresas.

20170831 NC Pine consultorias

NEC ultimo dia 130917

No último levantamento, destacou-se que a maioria das empresas previa uma moagem entre 580 a 590 milhões de toneladas de cana. Entre as previsões mais elevadas estavam a da Datagro, com 612 milhões de toneladas e a da Agroconsult com 610 milhões de toneladas. Esta última atualizou suas perspectivas para 600 milhões de toneladas de cana.

20170831 NC Pine medias

Dessa maneira, a média das expectativas das consultorias sofreu um aumento, indo de 588,17 milhões de toneladas (número de maio de 2017) para 589 milhões de toneladas. A nova média representa uma queda de 2,86% em relação aos 607,14 milhões de toneladas de cana moída em 2016/17.

NEC2017 safra

A programação completa do NovaCana Ethanol Conference está disponível aqui e o cadastro para participar do evento pode ser feito aqui.

novaCana.com

Etanol e Cana direto em seu email

Antes de sair, cadastre-se para receber as principais notícias do setor
Obrigado, não quero ficar informado.
Esqueci minha senha close modal