Usinas se unem em proposta inédita para mudar mercado de etanol

Consenso, na Unica, a principal entidade que representa as usinas de etanol no Brasil, é algo muito difícil de ser alcançado. O desafio fica ainda maior se a busca é por uma proposta que mudará sensivelmente o mercado de etanol nos próximos 14 anos.

Mas hoje, em Brasília, um consenso do setor produtivo foi alcançado e o governo federal pôde conhecer, oficialmente, como as usinas gostariam que o mercado de etanol avançasse.

A proposta é apenas uma das diversas que o governo está recebendo. Porém, tem o peso do Fórum Sucroenergético Nacional, entidade que agrupa, além da Unica, as representações regionais das usinas.

O novaCana apresenta a seguir — em detalhe — todos os pontos apresentado pelo grupo de usinas para influenciar o RenovaBio 2030. Além disso, estão incluídas ações desejadas fora do âmbito do programa que visam mudanças no curto prazo.

Mesmo que a proposta acabe não sendo adotada, a expectativa é que ela sirva como base para o desenvolvimento do RenovaBio, com potencial para alterar toda a dinâmica do mercado sucroenergético.

A seguir:

- As cinco diretrizes estabelecidas pelas usinas

- O mandato de emissões e as suas particularidades

- A lógica de cálculo para o mandato de emissões

- Exemplificação do conceito para o mandato de emissões

O texto acima é apenas uma breve introdução. Para ver esta página completa clique aqui e assine.

exclusivo assinantes

O texto completo desta página
está disponível apenas aos assinantes do site

veja como é fácil e rápido assinar

Etanol e Cana direto em seu email

Antes de sair, cadastre-se para receber as principais notícias do setor
Obrigado, não quero ficar informado.
Esqueci minha senha close modal