Etanol pode ajudar no preço dos combustíveis, diz presidente da Petrobras

Pedro Parente afirma que safra maior de cana vai se contrapor à alta nas cotações do petróleo e do dólar

Pedro Parente, presidente da Petrobras, afirmou na tarde desta quarta-feira em Nova York que uma boa produção de etanol pode compensar, no preço final dos combustíveis ao consumidor, a elevação da cotação do petróleo e do dólar por motivos externos. Segundo ele, há notícia de uma boa produção de cana-de-açúcar no país – o que tende a baratear o preço do etanol, tanto vendido diretamente quanto ao adicionado à gasolina.

“Outro aspecto importante é o preço do etanol. A gente está vendo informações de uma boa produção de etanol no país, que certamente vai ajudar a contrapor o aumento do óleo”, disse Parente.

Após participar de um fórum de presidentes de empresas promovido pelo Banco Itaú na capital americana, Parente afirmou que diversos fatores afetam o preço final. Ele lembrou que o preço da gasolina na refinaria está por volta de R$ 1,90, todo o restante sendo composto por impostos, distribuição e pelos postos de combustíveis.

“O preço da refinaria e uma parcela pequena, depende de outras parcelas onde impostos é a parcela mais importante e tem o clima competitivo entre as distribuidoras e os postos de gasolina. Então é muito difícil antecipar o que vai acontecer”, disse ele, quando questionado se o preço dos combustíveis deveria subir no curto prazo.

Henrique Gomes Batista

Etanol e Cana direto em seu email

Antes de sair, cadastre-se para receber as principais notícias do setor
Obrigado, não quero ficar informado.
Esqueci minha senha close modal