Vallourec
Etanol: Exportação

Mercado internacional para o etanol brasileiro perde espaço com nova regra japonesa


novaCana.com - 22 mai 2018 - 09:05

Na disputa entre o sustentável e o menos custoso, o financeiro tende a sempre levar a melhor. Pelo menos é o que está acontecendo com a mudança nas regras de biocombustíveis do Japão, o que impacta tanto no seu desempenho ambiental quanto nas exportações de etanol brasileiras.

Historicamente, o Japão fica com aproximadamente 45% das exportações do biocombustível brasileiro, aproximadamente 800 milhões de litros anuais. A situação era o reflexo de uma política sustentável de 2010 que permitia apenas a entrada de combustíveis que emitem menos de 50% de gases de efeito estufa em relação ao emitido pela gasolina.

Para o Japão, a importância do etanol é sua utilização como matéria-prima para a produção de éter etil-terc-butílico (ETBE), que é importado e misturado com a gasolina japonesa. Até esta revisão das regras, o etanol brasileiro de cana-de-açúcar era a única fonte que atendia às exigências.

A principal origem do ETBE, entretanto, é os Estados Unidos. Quase todo o etanol de cana-de-açúcar exportado para o Japão passava pelo país. Companhias norte-americanas, especialmente do Texas, compravam o produto brasileiro, faziam a sintetização transformando-o em ETBE, e, posteriormente, o revendiam para o Japão.

Inclusive, o etanol brasileiro para transformação em ETBE representa a maior parte das importações do biocombustível feitas pelos Estados Unidos. O país, ao atuar como intermediário, ainda se aproveita de outras características desse mercado, como os contratos de longo prazo com as distribuidoras japonesas.

No Japão, embora exista uma produção local de ETBE, feita com etanol importado desde 2014, ela é extremamente limitada.

O novaCana desenvolve a situação na reportagem a seguir, com os impactos para o Brasil e os EUA e as metas futuras esperadas pelo Japão. E mais:

- Estudo japonês
- Histórico de importação japonês

exclusivo assinantes

O texto completo desta página
está disponível apenas aos assinantes do site

veja como é fácil e rápido assinar