Padua, da Unica, apresenta sua perspectiva para a safra 2017/18

A safra 2017/18 de cana-de-açúcar no Brasil, que começa oficialmente em abril, está cercada de dúvidas. As poucas previsões que já saíram sugerem uma variação na moagem que vai de 567 a 612 milhões de toneladas para o Centro-Sul, principal região produtora do Brasil.

Uma visão mais clara começa a aparecer com novas previsões e análises dos agentes do setor. Neste sentido, a perspectiva para a próxima safra ganha contornos mais definidos com a recente posição do diretor técnico da Unica, associação que reúne as principais usinas sucroenergéticas do Centro-Sul.

Antonio de Padua Rodrigues apresentou uma visão do que ele espera para a safra 2017/18, incluindo perspectivas para o campo e para as usinas. A visão dele deve determinar as apostas da Unica (realizadas normalmente entre março e abril) e influenciar as estimativas das consultorias e bancos do setor.

O texto acima é apenas uma breve introdução. Para ver esta página completa clique aqui e assine.

exclusivo assinantes

O texto completo desta página
está disponível apenas aos assinantes do site

veja como é fácil e rápido assinar

Etanol e Cana direto em seu email

Antes de sair, cadastre-se para receber as principais notícias do setor
Obrigado, não quero ficar informado.
Esqueci minha senha close modal