USDA estima produção de 11,2 mi de t na safra 2017/18 de açúcar da Tailândia

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) prevê que a Tailândia vai produzir 11,2 milhões de toneladas de açúcar na safra 2017/18, que por lá se inicia em outubro. O volume é 12% superior ao de 10 milhões de toneladas esperadas para o atual ciclo 2016/17.

Já as exportações do alimento pela nação asiática devem se manter entre 8 milhões e 9 milhões de toneladas em ambos os ciclos, empurrando os estoques para perto de 3 milhões a 4 milhões de toneladas. A colheita de cana deve variar de 93,7 milhões para 10,5 milhões de toneladas entre os anos.

Conforme o USDA, a recuperação na produção em 2017/18 deve-se à melhora nos canaviais, “após dois anos consecutivos de seca”. Além disso, o Departamento ressalta que o governo tailandês deve eliminar neste ano o programa de apoio aos preços e os controles de cotações internas do açúcar em resposta à petição do Brasil na Organização Mundial do Comércio (OMC). O caso se arrasta desde o início de 2015.

A previsão do USDA aponta, ainda, para condições climáticas dentro da normalidade neste ano na Tailândia. Ao todo, 54 usinas devem operar na próxima safra, o mesmo número de 2016/17, no entanto, maior que o de 52 unidades de 2015/16, conclui o Departamento.

Etanol e Cana direto em seu email

Antes de sair, cadastre-se para receber as principais notícias do setor
Obrigado, não quero ficar informado.
Esqueci minha senha close modal