O superávit global de açúcar em 2017/18 na visão de 15 empresas especializadas

Previsões de excedentes variam entre 3 e 11,51 milhões de toneladas; expectativa para 2018/19 também é de mais superávit

Ao chegar na metade da safra global 2017/18 de açúcar, as previsões de superávit na relação oferta-demanda se reafirmam e fortalecem. Assim, o excedente esperado na última análise está se confirmando, ou seja, a produção vai superar o consumo.

O levantamento mais recente realizado pelo novaCana, concluído hoje (dia 20), envolve as projeções de 15 instituições sobre a atual safra global, que vai de 1º de outubro de 2017 a 30 de setembro de 2018.

A última análise, publicada no fim de 2017, já trazia um consenso de superávit global na produção, com uma média de 4,31 milhões de toneladas excedentes. Agora, essa média subiu 37,3%, chegando a 5,92 milhões de toneladas na diferença entre produção e consumo.

O novaCana apresenta também as primeiras estimativas para a safra internacional 2018/19.

Confira gráficos comparativos, os fatores que mexem com o mercado e as previsões das consultorias e empresas especializadas:

- Abares
- BTG Pactual
- Datagro
- ED&F Man Holdings
- F.O. Licht
- Greenpool
- INTL FCStone
- ISO
- Louis Dreyfus
- Platts Kingsman
- Rabobank
- Societé Génerale
- Sucden
- TRS
- USDA

O texto acima é apenas uma breve introdução. Para ver esta página completa clique aqui e assine.

exclusivo assinantes

O texto completo desta página
está disponível apenas aos assinantes do site

veja como é fácil e rápido assinar

Etanol e Cana direto em seu email

Antes de sair, cadastre-se para receber as principais notícias do setor
Obrigado, não quero ficar informado.
Esqueci minha senha close modal